A evolução da medicina no Brasil

Aline Lopes de Lacerda, Allister Teixeira Dias, Cláudia Freitas de Oliveira, Diana. Uma História Brasileira das Doenças ( volume 3). Belo Horizonte: ed. Argumentum, 2010.  (3ª edição) 

O livro resulta de uma proposta colocada durante o III Seminário História das Doenças realizado no Rio de Janeiro em 2008 de organizar periodicamente a produção nacional no campo de estudo da história da saúde e das doenças, servindo-se de referências para as investigações nascentes. Apresenta uma coletânea de artigos de estudiosos e pesquisadores de diferentes regiões do Brasil. Entre os assuntos retratados estão: as instituições médicas do século XIX e XX, a prática médica, doenças de escravos, febre amarela, a loucura, a hepatite viral, dengue, HIV/AIDS, doença de Chagas, câncer e tabagismo. Neste volume também foram incorporadas discussões sobre a análise de dados de mortalidade, da documentação iconográfica, da leitura de documentos antigos e das mudanças tecnológicas. Artigos pertinentes ao período colonial intitulados “A loucura no Ceará: O projeto de construção do asilo de alienados e a seca de 1877-79” de Cláudia Freitas de Oliveira -  e a “Vida e morte escravas no Rio de Janeiro Oitocentista, 1820-1836" de autoria de Keith Barbosa – são alguns dos assuntos abordados.